BLOG

12/04/2019

5 dicas de como movimentar o estoque parado em lojas de roupas

Não precisa ser um mestre em empreendedorismo para entender que um estoque parado na sua loja de roupas significa, no mínimo, prejuízo. Pensando nisso, desenvolvemos 5 dicas para te ajudar a movimentar as suas mercadorias.

Além disso, é importante entender que não basta unicamente vender sem estratégia. O ideal é dar saída nas peças com algumas questões em dia, exemplo: novidades chegando, roupas essenciais para a loja em estoque entre outras questões que você poderá entender neste artigo. Gostou da idade? Então, vamos lá!

01 – Vitrine atraente e estratégica

Uma vitrine atraente e estratégia é sinônimo de um vitrinismo bem feito. Ou seja, muito além de ressaltar as peças, nesses casos de mercadoria encalhada, a vitrine pode e deve funcionar como um impulsionador de vendas.

Além de manequins e decoração, a loja pode passar mensagens mais diretas e assertivas. Um bom exemplo disso são adesivos com call to actions (chamadas para ação), que podem chamar a atenção dos clientes e até mesmo cativar eles a comprarem as peças selecionadas por você.

02 – Liquidação(SALE) ou queima de estoque parado

Talvez seja a dica mais óbvia e tradicional da nossa lista. Mas, é importante analisar o formato da promoção de queima de estoque. Afinal, não é tão legal demonstrar certo desespero para vender roupas encalhadas, frente aos seus clientes e futuro clientes.

Então, o ideal é focar nos atributos da promoção para que os clientes se interesse exclusivamente por eles. Pode ser o preço, a seleção de peças e até mesmo as marcas delas. Lembre-se: o estoque parado pode ser sim uma oportunidade de aumento de vendas. Mas, tudo tem que ser feito com um propósito e organização.

03 – Marketing próprio

Antes de partir para a prática de vendas, é necessário trabalhar a marca da sua loja. Em outras palavras, branding. Num mercado concorrido como o do vestuário, o preço nem sempre se consolida com um diferencial competitivo. Então, a promoção (marketing) da sua empresa deve ser estruturada de maneira concisa e frequente.

Levando essa lógica para a resolução das peças não vendidas. Podemos entender que uma loja com sua imagem estruturada tem menos chances de passar por esse problema e quando passa a resolução é mais simples. Pois, o público entende nela questões importantes, como: credibilidade, qualidade e entre outros atributos promovido pela comunicação da mesma.

04 – Condições de pagamento

O preço nem sempre vai ser o suficiente para o aumento das vendas no período de estoque parado da sua loja. Então, você pode apostar nas condições de pagamento. Elas podem ser desde o número de vezes que é possível dividir o valor de compra, até mesmo os tipos de venda (crédito, débito, dinheiro e cheque).

Além de disponibilizar boas condições de pagamento, é necessário compartilhar isso com o seus públicos e clientes. Assim, o atributo vai ser percebido por eles e a venda vai ganhando cada vez mais chances de acontecer.

05 – Influenciadores

São inúmeras as possibilidades de divulgação da sua loja. Desde material impresso até redes sociais, há várias ferramentas para aumentar e reforçar a sua marca. Mas, há uma tendência crescente e com resultados comprovados: o marketing de influência.

A técnica consiste em mapear e analisar perfis de personalidades de grande apelo social no meio em que o seu negócio é inserido. Ou seja, os influenciadores/criadores de conteúdo. Além de ter um atestado vindo de uma autoridade do assunto ou do meio é positivo pelo alcance do público da pessoa em questão, que muitas das vezes ultrapassa o número da própria loja.

*BÔNUS:
A grande dica para não ter um estoque de roupas paradas na sua loja é ter uma seleção de peças com um bom apelo comercial. E você encontra isso e mais um pouco na nossa Coleção Inverno 19. Gostou da ideia? Clique na imagem abaixo e se surpreenda!

estoque parado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *